COMPOSITORES: RONALDO BASTOS

*

Uma Canção

Ensaio experimental

por Alexandre Marzullo

Obs: para melhor visualização deste ensaio, por questões de diagramação, recomenda-se a visualização na versão desktop do site Uma Canção.

Quando Marcos Lacerda me convidou para iniciarmos este projeto de escrita sobre canções, naturalmente nos preocupamos, após as primeiras afinidades, com o que deveria ser o título da iniciativa, já de berço considerada uma revista. Com algumas hipóteses descartadas, nos lembramos da canção Uma Canção, de Ronaldo Bastos e Lô Borges, cuja letra, de autoria de Ronaldo Bastos, se porta como um verdadeiro e misterioso tratado sobre a canção popular e seu fascínio intrínseco. Como se vê, eis aí a inspiração para o título de nossa revista, e este presente ensaio experimental tem por objetivo, mais do que observar a canção Uma Canção, conversar com ela, entre iluminações e penumbras. Trago um convidado: quem nos ajudará nesta breve peregrinação poética será o também compositor e poeta Antonio Cicero, a partir de um artigo de sua autoria que versa sobre "a poesia entre o silêncio e a prosa do mundo" (2017, p. 59), e comenta, dentre outras coisas, sobre o vocábulo arcaico da Grécia Antiga, homérica, referente ao que nós chamamos hoje de "poema". Esta palavra, ali, se traduzia por epos , que a seu tempo, para os gregos de Homero, também se referiria à "palavra", "provérbio", "canção", "profecia" e "oráculo". Ou seja, coisas que, na tradição cultural oral, segundo Cicero, poderiam ser reiteradas, repetidas, desde que memorizadas. Como aquilo que se canta. Epos.

poema, palavra, provérbio, canção, profecia, oráculo

poema, palavra, provérbio, canção, profecia, oráculo

poema, palavra, provérbio, canção, profecia, oráculo

                                                                 uma canção é leve e pode sustentar

                                                                 toda emoção que pesa demais
                                                                 e num passe de mágica faz voar
                                                                 é gota d'água e faz transbordar
                                                                 vai na enchente arrastando
                                                                 o que pode transformar
                                                                 em nuvem do céu da inundação 

 

                                                                 uma canção é clara e pode penetrar
                                                                 negro desvão que um raio de sol
                                                                 com a súbita chama faz clarear
                                                                 um viajante que se fez perder
                                                                 por sua estrela se inicia
                                                                 nos mistérios de querer
                                                                 a lâmina ser de tal precisão

 

poema, palavra, provérbio, canção, profecia, oráculo

poema, palavra, provérbio, canção, profecia, oráculo

poema, palavra, provérbio, canção, profecia, oráculo

qualquer pessoa pode assoviar
a voz humana se decifra
quando canta por prazer
de juntos trilharmos uma canção

poema, palavra, provérbio, canção, profecia, oráculo

uma canção é lenha e pode consumir
uma paixão, um caso de amor
que o som das palavras vai traduzir
é rima simples e retém calor
se ilumina quando toca uma pessoa
que se quer bem perto da brasa do coração

poema, palavra, provérbio, canção, profecia, oráculo

poema, palavra, provérbio, canção, profecia, oráculo

poema, palavra, provérbio, canção, profecia, oráculo

uma canção tem cheiro e pode transportar
uma fração de um tempo qualquer
que a gente viveu num outro lugar
é diamante para lapidar
na pedra bruta segue o veio da beleza
quando faz soar cristalina revelação

 

 

inundação, precisão, canção, coração, revelação | poema, palavra, provérbio, canção, profecia

     oráculo 

     uma canção

                                                                                             

 ****

Bibliografia

CICERO, Antonio. A poesia e a crítica. São Paulo: Companhia das Letras, 2017.

LACERDA, Marcos. Hotel Universo - a poética de Ronaldo Bastos. Rio de Janeiro: Azougue, 2019.

 

Ouça Uma Canção (Lô Borges / Ronaldo Bastos):

 

https://open.spotify.com/track/3w3zpEkcqYgyysAlMpjvuJ?si=304399e7e7ce45c6 (spotify)

 

https://youtu.be/OLUjIuoK_50 (youtube)